Busca

Professor brasileiro vence prêmio internacional de Educação

Por Márcio Junio

publicado em 04/11/2021

O projeto “Aula Pública”, do professor de geografia Paulo Magalhães, foi selecionado entre outras 200 mil iniciativas inscritas no Global Teacher Award 2021

A ideia de tirar os estudantes da sala de aula e levar para conhecer as ruas de São Paulo rendeu a um brasileiro um prêmio disputado por professores de 110 países.

O projeto “Aula Pública”, de Paulo Magalhães, ganhou corpo em 2016 e se transformou ao longo da pandemia.

O professor dá aulas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Duque de Caxias, no centro da capital paulista, para alunos com idades entre 11 e 14 anos.

Em entrevista à CNN Rádio, o professor de geografia da rede pública contou que a iniciativa partiu de uma inquietação dele com o confinamento das salas de aula. “Sempre tive uma necessidade de fazer com que minhas aulas fossem diferentes”, explica o professor de geografia.

Além de dar aos estudantes uma maior sensação de pertencimento à cidade, Paulo Magalhães conta que as famílias dos alunos e comunidade no entorno da escola também se transformaram. Para ele, “foi uma forma de fazer com que os alunos se integrassem a essa sociedade que, às vezes, virava as costas para essas crianças e adolescentes que não eram aceitos nesses espaços educativos por uma questão de indisciplina.”

O professor de geografia Paulo Magalhães com seus alunosArquivo pessoal/ Paulo Magalhães

 

O professor considera que a ocupação dos espaços públicos pelos jovens estimula todos a serem mais participativos na sociedade.

“As pessoas que estão passando pela rua participam”, relata. “A comunidade começou a ouvir a escola, a dar sugestões. Os pais estão mais presentes na situação escolar dos filhos a partir deste projeto.”

Desde março do ano passado, as aulas públicas passaram a ter um novo desafio em meio às restrições de circulação impostas pela pandemia.

Paulo Magalhães reformulou o projeto para, de alguma forma, levar a cidade aos alunos, que passaram a viver mais tempo confinados em casa.

“Eu saía no bairro sozinho, filmava essas aulas e mandava para eles”, conta o professor. “A gente sabe que, em São Paulo, um mês é muito tempo, a cidade se transforma em um mês. Então as crianças não perdiam o contato com o bairro e com os problemas que estavam acontecendo ali.”

O Global Teacher Award é uma premiação indiana que existe há 10 anos, com o objetivo de reconhecer professores capazes de contribuir de forma ainda mais especial para o desenvolvimento dos estudantes e da comunidade em volta das escolas.

O resultado foi divulgado no último dia 24 de outubro.

Paulo Magalhães já tinha vencido, em 2018, o prêmio de Direitos Humanos da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo, além de ter conquistado o primeiro lugar na categoria Comunidade de Aprendizagem do Instituto Natura.

Fonte: CNN Brasil

4.285 voluntários já participaram das nossas ações

Testemunho do nosso time

Compartilhe:

Quer conhecer mais um dos nossos projetos?

Clique aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site é protegido por reCAPTCHA e pelo Googlepolítica de Privacidade eTermos de serviço aplicar.

The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Comentários sobre o texto

  1. wilma lopez disse:

    Inovações em “Como transmitir conhecimento” e motivar para que esse aprendizado seja agradável o bastante e ser contínuo é urgente. Só assim conseguiremos acompanhar as mudanças que a vida nos apresenta a cada segundo. Parabéns professor, e que seu exemplo seja seguido por outros porque ideias não faltam e o seu sucesso será um incentivo marcante.

Chamada pública de projetosEducar para transformar

Instituto MRV convoca Organizações da Sociedade Civil para participarem da 9ª edição do Educar para Transformar

Leia mais
EducaçãoMRV Voluntários

Mais um projeto Entre Letras Digital realizado com sucesso!

Leia mais
EducaçãoInstituto Iungo

Professoras são 79% da docência de educação básica no Brasil

Leia mais

Assine nossa newsletter!